Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


(172)

24.02.17

"Turns out there's a reason they call it falling in love, because when it happens - really happens - that's exactly how it feels. There's no doing or trying, you just let go and hope that someone's going to be there to catch you. Otherwise, you're going to end up with some pretty hefty bruises."

 

Love&Gelato, Jenna Evans Welch

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

(171)

24.02.17

"They kiss, and kiss again. When they do finally pull apart, it's with a new knowledge. They have a sense that the lenght of a day is mutable, and you can never see the end from the beggining. They have a sense that love changes all things all the time. 

That's what love is for."

 

The Sun in Also a Star, Nicola Yoon, p.334

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

(169)

24.02.17

"Funny how things that once seemed so charming can become dull and annoying. We think we want all the time in the world with the people we love, but maybe what we need is the opposite. Just a finite amount of time, so we till think the other person is interesting. Maybe we don't need acts two and three. Maybe love is best in act one."

 

The Sun in Also a Star, Nicola Yoon, p.241

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41

(168)

24.02.17

"There's a Japanese phase that I like: koi no yokan. It doesn't mean love at first sight. It's closer to love at second sight. It's the feeling when you meet someone that you're going to fall in love with them. Maybe you don't love them right away, but it's inevitable that you will."

 

The Sun in Also a Star, Nicola Yoon, p.74

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

(167)

24.02.17

"The half-life of a substance is the time it takes for it to lose one hal of its inicial value. (...)

In love, it's the amount of time it takes for lovers to feel half of what they once did.

When Natasha thinks about love, this is what she thinks: nothing lasts forever. Like hydrogen-7 or lithium-5 or boron-7, love has an infinitesimally small half-life that decays to nothing. And when it's gone, it's like it was never there at all."

 

The Sun in Also a Star, Nicola Yoon, p. 56

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

(160)

07.07.16

" - Alimente o amor, Marcus. Faça dele a sua mais bela conquista, a sua única ambição. Atrás dos homens, outros homens virão. Atrás dos livros, outros livros. Atrás da glória, outras glórias. Atrás do dinheiro, mais dinheiro. Mas atrás do amor, Marcus, atrá do amor, só lágrimas salgadas."

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, Joël Dicker, p. 525

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:16

(158)

06.07.16

"- Amor, amor, sempre o amor! Mas o amor não significa nada, Goldman! O amor é um estratagema inventado pelos homens para não terem de lavar a roupa!"

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, Joël Dicker, p. 445

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:10

(155)

06.07.16

"- Na nossa sociedade, Marcus, os homens que mais admiramos são os que constroem pontes, arranha-céus e impérios. Mas, na realidade, os mais nobres e mais admiráveis são os que conseguem construir o amor. Na verdade. não há empresa maior e mais difícil."

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, Joël Dicker, p. 289

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:40

(154)

06.07.16

" - Marcus, sabe qual é o único meio de avaliar quanto ama uma pessoa?

- Não.

- É perdê-la."

 

A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert, Joël Dicker, p. 227

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:39

(148)

12.06.16

"The sad truth was I had fallen in love with him. (...) Maybe if I hadn't lied to him, he wouldn't have reacted the way he did. Maybe I wouldn't have kicked him out. We might still be together. Laughing, and kissing, and driving each other crazy. Pretending he didn't want a girlfriend. And pretending I didn't want to be one.

It was stupid.

Completely stupid.

But eighteen year olds tended to be stupid about things like love."

 

All That Jazz, Natasha Boyd

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

(145)

11.05.16

"But spending time with Colt had given me a whole new understanding of the general dating scene. It was an ocean of unspoken expectation and misunderstanding. And pressure. Some real and some imagined."

 

Eversea, Natasha Boyd

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:37

(141)

21.01.16

"I didn't understand then. Love is not something you protect. It's something you risk."

 

Just One Year, Gayle Forman

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:48

(140)

21.01.16

"I'm not sure it's possible to simultaneously love something and keep it safe. Loving someone is such an inherently dangerous act. And yet, love, that's where safety lives."

 

Just One Year, Gayle Forman

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:42

(124)

13.08.14

“- Fica aqui, não fujas!

- Nunca mais voltarei a fugir. Porque pensarão todos o mesmo?

(...) – Não é o pior pensamento do mundo, Dusha. Quando um homem o pensa quer dizer que pretende que fiques com ele.”

 

O Céu Não Tem Favoritos, Erich Maria Remarque

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

(115)

18.06.14

"(...) [é] uma completa Pessoa Que Deixa. Defensor assumido dos quatro "E": encontrar, engraçar, enrolar e esquecer." [referindo-se a um ciclo de uma relação]

 

O Teorema de Katherine, John Green

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

(114)

18.06.14

"No primeiro século da Era Comum, as autoridades romanas castigaram Santa Apolónia ao arrancarem-lhe e quebrarem-lhe todos os dentes, um a um, com um alicate. De vez em quando, Colin pensava nisso em relação à monotonia de ser deixado: temos trinta e dois dentes. Depois de algum tempo, destruirem-nos todos os dentes pode tornar-se repetitivo, até mesmo aborrecido. Mas nunca deixa de doer."

 

O Teorema de Katherine, John Green

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:38

(112)

18.06.14

"Talvez, naquela altura, Colin já devesse estar habituado à ascensão e ao declínio das relações. Afinal de contas, namorar só acaba de uma maneira: mal. Se pensarmos nisso, e Colin fazia-o várias vezes, todas as relações românticas acabam em (1) separação, (2) divórcio ou (3) morte."

 

O Teorema de Katherine, John Green

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

(108)

05.04.14

"- How do you know you're in love?

- All the songs make sense."

 

Castle

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

(105)

28.03.14

"De um momento para o outro começamos a querer bem a uma pessoa, elegendo-a sobre todas as outras, e, quando damos por nós, estamos presos a ela por laços tão apertados que, mesmo que quiséssemos, não saberíamos desatar."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

(104)

28.03.14

"O amor mascara-se tão bem que nem o nosso reconhecemos. Esconde-se atrás de defesas e desencantos, interesses e projeções, modelos e ideais, ficando por vezes encoberto, desfigurado, irreconhecível. Mas a capacidade de nos darmos aos outros está lá, bem menos exigente do que pensamos, disponível e ávida, aguardando apenas quem saiba descerrar."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


Posts mais comentados