Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



(16)

22.01.12

"Sim. Tinha defeitos, mas que importará isso para o coração? Amamos o que amamos. A razão não se intromete. De muitas formas, o amor menos sensato será o mais verdadeiro. Qualquer um conseguirá amar uma coisa "porque". É tão fácil como guardar um tostão no bolso. Mas amar alguma coisa "apesar de", conhecer os defeitos e amá-los também, é algo raro e perfeito."

 

Patrick Rothfuss, O Medo do Homem Sábio, PtI, pág. 81

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:05



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog


Posts mais comentados