Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


(107)

28.03.14

"(...) mas o sofrimento é, infelizmente, o grande mestre, e quem se furta a ele é iletrado."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

(106)

28.03.14

"Outro aspeto que nos desconcerta é a evolução, hesitante e assustada, de um sentimento. Diz-se e desdiz-se, afirma-se e nega-se ao mesmo tempo, e o que é verdade hoje pode ser falso amanhã, para voltar a ser verdade uma hora depois. Reage emotivamente a cada estímulo, sem passar pelo filtro da razão e da experiência, revelando-se frágil e vulnerável como uma vara, fletindo à menor aragem."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39

(105)

28.03.14

"De um momento para o outro começamos a querer bem a uma pessoa, elegendo-a sobre todas as outras, e, quando damos por nós, estamos presos a ela por laços tão apertados que, mesmo que quiséssemos, não saberíamos desatar."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

(104)

28.03.14

"O amor mascara-se tão bem que nem o nosso reconhecemos. Esconde-se atrás de defesas e desencantos, interesses e projeções, modelos e ideais, ficando por vezes encoberto, desfigurado, irreconhecível. Mas a capacidade de nos darmos aos outros está lá, bem menos exigente do que pensamos, disponível e ávida, aguardando apenas quem saiba descerrar."

 

Não me contes o fim, Rita Ferro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:32


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog